Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

Com Soares Dias a VAR do Arábia Saudita-Egipto, foi igualado o numero máximo de grandes penalidades assinaladas em campeonatos do Mundo, que estava fixado em 18 desde 1990 e repetido em 1998 e 2002. Quatro dos 18 marcados até agora não foram convertidos.

Neste jogo entre nações muçulmanas, foram assinaladas duas grandes penalidades contra os egípcios, mas só a segunda deu golo. Com mais de três minutos de debate entre o árbitro de campo, o colombiano Roldan, e Soares Dias, foi também o oitavo pênalti determinado após intervenção do VAR.

O primeiro de hoje passa à história como mais uma fofura do campeonato, a juntar ao golo do Panama, ao ser defendido por El-Hadary, um guarda-redes de 45 anos e 161 dias, o mais velho jogador de sempre a actuar num Mundial, superando o colombiano Mondragon, que jogou com 43 anos no Brasil.