Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.

  • JQM

    Eu trocaria por Jonas, evidentemente.

  • Jaime Palha

    Não me respondeu, João.

  • Anónimo

    E a trocar, troca por quem?

  • Anónimo

    Moral da história, todos os processos a que o Benf...





Não é bem uma surpresa, atendendo ao histórico de entradas surpreendentes do Senegal e de irregularidade da Polónia, mas não deixa de ser a derrota da 8.ª com a 27.ª do ranking mundial. Os africanos tinham entrado a derrotar a campeã mundial, França, em 2002 e acabaram na 7.ª posição, regressando agora para a segunda participação.
No termo da primeira jornada do Mundial, as maiores surpresas surgiram precisamente neste grupo H, depois de também o número 61 (Japão) ter derrotado o número 16 (Colômbia). Se considerarmos só os rankings, foram dois resultados ainda mais inesperados que a vitória do México (15.ª) sobre a Alemanha (1.ª)
Os rankings do futebol, importantes para a ordenação dos sorteios, são os mais voláteis do desporto de alta competição mundial e no fim das grandes competições assistimos invariavelmente a enormes mudanças.
Não é coisa para levar muito a sério por agora, mas atenção: apenas duas do top ten (França e Bélgica) conseguiram ganhar na abertura. Alemanha, Polónia e Perú perderam, as outras cinco (Brasil, Portugal, Argentina, Suíça e Espanha) empataram, embora quatro delas jogando entre si.
E algo me diz que nem Perú nem Polónia têm categoria para estar entre as melhores dez equipas do Mundial. Isto considerando a ausência do Chile, que está em 9.º e vai dar o maior trambolhão.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.

  • JQM

    Eu trocaria por Jonas, evidentemente.

  • Jaime Palha

    Não me respondeu, João.

  • Anónimo

    E a trocar, troca por quem?

  • Anónimo

    Moral da história, todos os processos a que o Benf...