Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

CATARSES 2️⃣ A FEMACOSA surpreendeu no onze escolhido para o único jogo de preparação, mas a produção e o resultado deram-lhe razão e criaram um lastro positivo para o Mundial. Havia que começar por algum lado, praticamente sem margem para erros, e a Nigéria, tida como adversário “semelhante” ao Gana, não resistiu à qualidade técnica da seleção a disfarçar a falta de trabalho coletivo e, surpresa das surpresas, com a objectividade que tantas vezes falta a Portugal. (...)
17 Nov, 2022

Trégua nacional

  CATARSES 1️⃣ Explica o dicionário que Catarse é uma “libertação de sentimentos ou emoções reprimidas que conduz a uma sensação de alívio ou pacificação”. E como o mundo do futebol, a nível nacional e internacional, precisa de libertação e paz de espírito!A Federação escolheu o estádio do Sporting para a “apresentação” da primeira seleção sem jogadores leoninos a disputar uma grande competição. Talvez seja uma forma de dizer que nesta matéria não (...)
As milhentas fantasias criadas pelo Cirque du Soleil ao longo dos seus 38 anos de existência confundem-se com os incontáveis truques de magia dos quase 38 anos da vida paralela de Cristiano Ronaldo, o Rei-Sol do futebol. CdS e CR7 são duas marcas simultâneas do “show business” que têm inspirado gerações à escala mundial. “Varekai”, espectáculo que foi estreado no ano em que Cristiano se tornou jogador profissional, contava-nos a história dos nómadas universais, como os (...)
  Um Mundial, ainda mais o primeiro Mundial alérgico à universalidade arco-íris e organizado por um sindicato de rufias e marialvas misóginos, traz-me a nostalgia da pureza e ingenuidade a preto e branco de 1966, ano do meu primeiro Campeonato e do meu primeiro filme. Foi a descoberta da magia do futebol e da grandeza e diversidade do mundo, com o meu pai e irmãos na casa de um vizinho, meses antes de estrearmos a nossa própria televisão. E, tal como a montanha russa de emoções (...)
Os meus 26, por agentes e valor de Transfermarkt em milhões de euros   GESTIFUTE (Jorge Mendes) Diogo Costa 35 M€ José Sá 18 Rui Patrício    6 Pepe   1 Ruben Dias 75 António Silva 15 João Cancelo 70 Danilo Pereira 12 Ruben Neves 40 Vitinha 45 Renato Sanches 25 Bernardo Silva 80 Cristiano Ronaldo 20 João Félix 50 André Silva 27 SEM AGENTE (mas na órbita Jorge Mendes) Rafael Leão 70 João Palhinha 28 PROELEVEN Dalot 32 Ricardo Horta 20 MRP.POSITIONNUMBER