Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

J Q M

Fui jornalista, estive em todo o tipo de competições desportivas ao longo de mais de 30 anos e realizei o sonho de participar nos Jogos Olímpicos. Agora, continuo a observar o Desporto e conto histórias.

30 Out, 2018

Off record

Para os editores actuais tudo o que vêm à net é publicável. Primeira publica-se, depois interroga-se. Todas as toupeiras são de confiança, excepto se forem identificadas e levadas à Justiça. Sou do tempo em que as corporações de jornalistas se amofinaram contra a publicação de uma gravação do treinador António Oliveira feita sem o conhecimento deste, por um de vários repórteres numa conversa informal, o polémico "off Record". Naquele tempo, não havia redes sociais na (...)
Sempre fui céptico do chamado “jornalismo do cidadão” que tanto entusiasmou os editores na última década, incapazes de detectar na natureza humana o perigo da disseminação da mentira, mesmo involuntária, a que hoje pomposamente damos o nome de “fake news”. As pessoas, pessoas normais sem formação jornalística, vertem para as redes sociais com a mesma falta de rigor com que dissertam à mesa do café e ainda chamam aldrabões aos jornalistas. Isto para contar uma (...)