Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mbappé é o futuro rei do futebol moderno, em breve será entronado como líder da geração que se se segue aos tempos de Cristiano e Messi. Nas meias-finais do Mundial, num confronto pelo estrelato com o maduro Eden Hazard, o francês ganhou largamente aos pontos e esteve perto de vencer por KO, faltando-lhe apenas algum lance de maior proximidade da baliza que lhe permitisse voltar a marcar.

Criou três oportunidades de golo para os colegas, uma das em dois toques de génio a deixar o perdulário Giroud frente a frente com o golo, fez seis passes-chave, um numero excepcional para uma competição tão nivelada e frente a adversários de tamanha categoria.

Com muitas responsabilidades defensivas, entregue ao trabalho solidário que caracteriza esta selecção francesa, com algumas restrições territoriais no flanco direito, ainda não tem estatuto de poder escolher o que faz em campo.

Só tem 19 anos, tem de manter a disciplina e conter a ambição. Mas é evidente que renderá muito mais, sobretudo na concretização, quando a equipa for formatada em função das suas qualidades e não o contrário. Um avançado com a velocidade, o instinto e a classe de Mbappé não pode sair de um relvado sem ter feito um remate em 90 minutos. Quando isso acontecer deixará de ser príncipe.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • O sátiro

    Só lamento a decisão imatura de LFV de despedir FS...

  • Anónimo

    Fernando Santos copiou Otto Rehagel depois de ter ...

  • JQM

    Obrigado.

  • Anónimo

    Bom regresso ao blog.

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.