Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.

  • JQM

    Eu trocaria por Jonas, evidentemente.

  • Jaime Palha

    Não me respondeu, João.

  • Anónimo

    E a trocar, troca por quem?

  • Anónimo

    Moral da história, todos os processos a que o Benf...






O empate entre Japão e Senegal mantém as duas selecções menos cotadas do grupo com a primazia para a última jornada, uma vez que a ambas bastará o empate para passarem adiante e o Senegal já soma cinco jogos consecutivos sem perder em fases de grupo dos Mundiais. A alta intensidade do encontro de hoje não foi surpreendente, porque ambas privilegiam o jogo pelo jogo e não conseguem especular tacticamente, ao contrário da maioria das equipas mais poderosas. E erram imenso, como ainda não se tinha visto, o que o tornou muito saboroso e emotivo para o espectador.

Com seus erros frequentes, desde o guarda-redes ao último avançado, Japão e Senegal ainda actuam com alguma ingenuidade na gestão da bola, reservando a malícia apenas para os duelos individuais, sobretudo os aéreos, do que resultaram cinco cartões amarelos, número invulgar nesta prova.



Nem Japão nem Senegal chegaram aos 80 % de acerto no passe, o que diz bem da quantidade de erros cometidos, mas uma partida com quatro golos é sempre positiva, ainda que pelo menos dois deles também tenham resultado de falhas monumentais de cada um dos guarda-redes.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.

  • JQM

    Eu trocaria por Jonas, evidentemente.

  • Jaime Palha

    Não me respondeu, João.

  • Anónimo

    E a trocar, troca por quem?

  • Anónimo

    Moral da história, todos os processos a que o Benf...