Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A FIFA poderá usar o Portugal-Irão para estudar alterações às inadmissíveis e insuportáveis limitações da acção dos treinadores durante os jogos de futebol.

Procedimentos agora injustamente puníveis com expulsão do campo e sucessivas multas e suspensões seriam futuramente despenalizados e, pelo contrário, os treinadores encorajados a adoptarem-nos como novos atractivos para o espectáculo:  

> despir uma peça de roupa (primeiro a gravata, depois o casaco, a camisa, por aí fora…) e atirá-la ao chão com espalhafato quando não gostar da decisão do árbitro

> virar-se para as tribunas com os braços bem abertos, sobretudo se lá estiver algum alto dirigente da FIFA, desenhando ecrãs virtuais no ar quando o VAR não intervier nalguma jogada que considere duvidosa

> abandonar o banco rumo às cabinas para ver repetições de jogadas num televisor mais pequeno, em protesto contra as imagens manipuladas nos ecrãs gigantes do estádio

> dar instruções ao ouvido dos jogadores suplentes da equipa adversária no momento das substituições.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • O sátiro

    Só lamento a decisão imatura de LFV de despedir FS...

  • Anónimo

    Fernando Santos copiou Otto Rehagel depois de ter ...

  • JQM

    Obrigado.

  • Anónimo

    Bom regresso ao blog.

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.