Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cristiano Ronaldo foi o único premiado que não apareceu nem mandou representante à entrega dos prémio da UEFA. Deve ser cansativo, ano após ano, passar por aquele cerimonial, ter de ir ao Monaco, ouvir elogios, apertar mãos, rever Florentino, jantar haute cuisine, levar para casa um troféu pesado.

Passou pelo Forum Grimaldi uma brisa gelada quando se percebeu que o melhor avançado da época não estava presente, nem mandara mensagem de video, como fizeram outros dois premiados ausentes. E foi ostensiva a atitude da apresentadora inglesa, ao sentar-se na cadeira vazia, ao lado dos outros dois nomeados, Modric e Salah.

Sabe-se que Cristiano está focado totalmente na rápida adaptação à Juventus e não tem tempo a perder, mas Turim fica bem mais perto do Monaco do que Madrid ou Manchester.

Parece haver aqui uma posição, indecifrável para já, com a agravante do desdém manifestado pela nova competição da UEFA, a Liga das Nações, a confirmar-se que pediu para não disputar o jogo inaugural com a Itália, passando até por cima do facto de ela ter sido concebida com muito importante contributo da Federação Portuguesa de Futebol.

Mais tarde, o seu agente veio declarar que é uma vergonha Cristiano não ter ganho o prémio principal, atribuído a Modric. Ou seja, ao não comparecer, perdeu uma grande oportunidade de afirmar a sua proverbial humildade.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • O sátiro

    Só lamento a decisão imatura de LFV de despedir FS...

  • Anónimo

    Fernando Santos copiou Otto Rehagel depois de ter ...

  • JQM

    Obrigado.

  • Anónimo

    Bom regresso ao blog.

  • Anónimo

    Sim, subscrevo.